Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

elsa vai com as outras

Adoro viajar, ver blogs (sim nem sempre os leio), sou viciada no Pinterest e pratico Crossfit.

elsa vai com as outras

Adoro viajar, ver blogs (sim nem sempre os leio), sou viciada no Pinterest e pratico Crossfit.

Crossfit Pós-Parto

Pensavam que eu vinha aqui com teorias do bom e do mau sobre o crossfit no pós-parto? Não.

 

Eu defini para mim mesma, que vou voltar ao crossfit, assim que conseguir, ou seja, o plano está entre as 6 semanas pós o parto.

 

O crossfit foi o único desporto, que me fez saltar da cama antes das 7h e que me fez sentir que valia a pena. Porque vi resultados e rápido.

Claro que além de mim, existiu toda uma equipa por trás. Os coaches e o espírito de equipa dentro da Box. Os vários desafios, entre eles o da alimentação paleo.

 

A H&M e a Oysho, têm uma colecção maravilhosa para nos incentivar a fazer desporto.

Treino em casa

Maltinha,

 

este mês não tenho disponibilidade em ir ao Crossfit, por isso tenho treinado por aqui. Umas corridas na rua, uns abdominais e umas flexões no parque. Pareço uma totó a fazer flexões num banco de jardim, principalmente quando estão 3º graus mas, tudo bem.

 

Hoje vou fazer um treino em casa, está frio e não me apetece nada ir correr. Se quiserem fazer comigo, o plano que vou fazer hoje é o da Barbara mas, sem as Pull-Ups, porque não tenho barra (ainda), então vou substituir por pinos. 

d9b0e44ed220d4d83fdbd155c1c9590c.jpg

Quem é que está comigo?

Planos para 2015

72e489719a2db0ddfc4e59060fc68435.jpg

2015 está a chegar weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee 

 

Os desafios profissionais são sempre grandes planos para um novo ano. No próximo ano, vou abraçar um novo desafio profissional  começa já dia 12, sinto-me entusiasmada, espero que seja uma grande viragem. 

As viagens também estão sempre nos meus planos. Este ano, a nível profissional terei de fazer algumas viagens mas, nada que se compare a viagens de lazer, este artigo é daqueles que dá vontade de marcar já próximas 15 viagens  para 2015. NY talvez. 

Também quer muito continuar a praticar Crossfit  custe o que custar, os resultados são ótimos. Objetivo: Barriga Lisa em 2015. 

Vou também procurar viver um ano mais saudável, libertar ao máximo a ingestão de glúten, lactose e açúcares. 

 

Crossfit - Iron Box

Achei interessante este artigo, é uma entrevista ao meu coach Hugo Castro e que explica o que fazemos na Iron Box :) 

 

Treinos variados e de alta intensidade baseados em movimentos funcionais é a moda que tem vindo a conquistar adeptos em Portugal. CrossFit é o nome da modalidade que o vai ajudar a ultrapassar metas que nunca pensou conseguir alcançar.

Preparar o corpo “não só para o que conhecemos, mas também para o desconhecido” é o mantra do CrossFit, o programa de treino de força e condicionamento físico, que, em 2001, nasceu da experiência de Greg Glassman, treinador de ginástica e fundador desta nova modalidade.

Desde que surgiu, o CrossFit tem conquistado seguidores por todo o mundo e está a contagiar Portugal com o seu espírito. O segredo do treino e também do sucesso da modalidade assenta em três palavras-chave: funcional, variado e alta intensidade. 

Com propostas de exercícios diversificados, que treinam todo o corpo e preparam-nos para os movimentos e desafios do dia-dia, o CrossFit trabalha todas as características da condição física, nomeadamente a força, resistência, flexibilidade, coordenação, equilíbrio, agilidade, entre outras. Hugo Castro, instrutor de CrossFit, revela que esta modalidade “não é mais exigente do que qualquer outra, mas distingue-se pela multiplicidade de tarefas que podem ser executadas e onde o atleta tem de ser bom em todas. Desde a força à resistência, à explosão, à precisão, etc.”. 

O objetivo é treinar de igual forma todas as qualidades, potenciando ao máximo a nossa aptidão física, com ganhos ao nível da perda de peso e o aumento e definição da massa muscular. Desta forma, “o CrossFit e o seu modelo de fitness combinam a capacidade de ter uma boa performance em qualquer tarefa física imaginável, como por exemplo, correr um quilómetro e fazer 50 elevações” salienta o instrutor.

Todos os treinos são únicos

Como já dissemos, a variedade é uma das premissas desta modalidade e, por essa razão, nenhuma aula de CrossFit é igual à anterior. O treino, conhecido como WOD – abreviatura da expressãoWorkout Of Day, ou seja, treino do dia –, consiste num circuito de exercícios, de curta duração mas intensos, realizados em séries e só é revelado minutos antes de a sessão começar.

Prepare-se para 60 minutos de alta intensidade, suor, desafios e superação, onde poderá executar uma combinação de movimentos básicos do quotidiano, como agachar, empurrar e puxar, e de exercícios com o peso do corpo, flexões, agachamentos, corrida, saltos à corda, entre outros. E na sua realização tanto poderá usar o peso do próprio corpo como também “barras olímpicas, halteres,kettlebell, ou qualquer outro material que dê para executar exercícios com movimentos funcionais, constantemente variados e executados a alta intensidade”, revela Hugo Castro.

A aula decorre numa Box – nome que se dá aos centros de treino ou ginásios – e, como o instrutor indica, geralmente divide-se em 4 fases: “começa pelo aquecimento, depois passa-se para a fase de trabalhar a técnica e a força, seguindo-se o WOD” e, posteriormente, o período de alongamentos.

Aqui não se treina sozinho, isolado ou sem acompanhamento técnico. A aula é praticada em grupo, ministrada por um instrutor que orienta todos os praticantes na realização do treino, motivando-os sempre a darem o seu máximo e o seu melhor! E, imbuídos numa atmosfera de companheirismo e motivação, os alunos fazem o mesmo entre si, apoiando-se até ao final do treino. Afinal, não se trata de competir com os outros mas sim connosco próprios, de dar o máximo em cada exercício proposto e superar aqueles que pensamos serem os nossos limites.

Uma aula para todos, sem exceções

Se já está a pensar que esta modalidade não é para si, não se deixe intimidar pelos vídeos que vê na Internet ou aquilo que lê. É verdade que quem pratica CrossFit deve dar sempre o seu máximo esforço, mas a intensidade depende da capacidade física de cada um e deve ser sempre variada, tal como os movimentos realizados na sessão, contrariando, assim, os treinos rotineiros com desafios físicos diferentes.

Apesar de ter sido inicialmente criado para atletas profissionais, agentes de polícia, unidades militares, o CrossFit foi adaptado para todas as pessoas que procuram melhorar a aptidão física, independente da idade ou forma física. E, por esta razão, todas as pessoas – sim, até mesmo idosos, grávidas ou pessoas com alguma incapacidade – podem praticá-lo e superar-se a cada treino que fazem. 

Como nos explica Hugo Castro, “todos temos limitações quer a nível de mobilidade quer de capacidade física. Isto é, seja uma pessoa idosa, outra com problemas articulares ou um atleta de alta competição, todos têm as suas limitações e, como tal, têm trabalhá-las e adaptá-las à sua capacidade física. Tudo depende do treinador saber encontrar soluções para cada caso”. 

Uma coisa é certa: seja qual for a nossa condição física, o CrossFit vai fazer sobressair o que cada um de nós tem de melhor, levando-nos a ultrapassar os nossos limites e alcançar objetivos que nunca pensamos serem possíveis. Provavelmente terminaremos o treino “de rastos”, fisicamente esgotados, mas ficaremos com a sensação de dever cumprido e de superação. E se ainda não experimentou, poderá ser difícil acreditar no que os adeptos da modalidade dizem: apesar de exigente, o CrossFit pode ser bastante divertido.

Fonte: InsipireSaude

 

Mais sobre mim

foto do autor

Restaurantes em lista de espera

Chevicheria

Mensagens

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Livros para ler em 2015

Foco - O Motor Oculto da Excelência - Daniel Goleman Galveias - José Luis Peixoto
Em destaque no SAPO Blogs
pub